Biologia, Mar e oceano, Meio ambiente, Visitas

Projeto TAMAR

Visitei uma das unidades do projeto TAMAR, em Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, Brasil. Neste post, é mostrado o centro de visitação desta unidade. O que é mostrado neste post não é tudo que o centro tem.

O que é o projeto TAMAR?

É uma organização de conservação das tartarugas marinhas e outras espécies do litoral brasileiro. Foi criado em 1980 pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF), este se tornou o IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente). O nome TAMAR é uma abreviatura de tartaruga marinha. Outras atividades do TAMAR são: pesquisa aplicada, medidas para reduzir a captura e pesca de tartarugas e, educação ambiental.

As tartarugas

Na entrada do centro de visitação, tem réplicas em tamanho real de espécies de tartarugas encontradas no litoral brasileiro. As espécies representadas são: tartaruga de couro (Dermochelys coriacea), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga cabeçuda (Caretta caretta) e tartaruga verde (Chelonia mydas) respectivamente.

Esta é a tartaruga oliva (Lepidochelys olivacea), gosta de comer peixes, águas-vivas e camarões. Pode ficar 30 minutos sem respirar embaixo d’água. É presente nos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Tem peso médio de 42 kg e comprimento máximo de 83 cm.

Esta é a tartaruga-de-pente, está criticamente ameaçada de extinção. É encontrada em mares tropicais, recifes de corais e água costeira rasa. Se alimenta de lulas, camarões, esponjas e anêmonas. Seu casco foi usado para fabricação de pentes, joias e armações de óculos. Tem peso médio de 86 kg e comprimento máximo de 110 cm.

Esta é a tartaruga cabeçuda. É encontrada em mares tropicais e temperados do mundo inteiro. Sua mandíbula pode triturar conchas e carapaças e a pesca é a maior ameaça para esta espécie. Tem um peso médio de 140 kg e comprimento máximo de 136 cm.


Esta é uma réplica de um ninho de tartarugas marinhas. Uma tartaruga desova aproximadamente 120 ovos e estes ficam de 45 a 60 dias de incubação. Demora cerca de 3 a 4 dias para o filhote sair do ovo e chegar à superfície.

Esqueletos

Este é um esqueleto de um golfinho nariz-de-garrafa.

O esqueleto de uma tartaruga oliva.

O casco de uma tartaruga da Amazônia.

Resultados

O projeto TAMAR é um dos mais bem sucedidos do mundo. O número de filhotes nascidos aumentou muito desde 1980.

O número de ninhos por ano também aumentou consideravelmente.

Um dos segredos do sucesso do projeto TAMAR foi mudar a atividade econômica das comunidades. Antes pescavam as tartarugas, agora se sustentam com a preservação das tartarugas.

Curiosidades sobre as tartarugas marinhas

  • A tartaruga macho tem cauda maior que a da fêmea e tem garras nas nadadeiras para segurar a fêmea no acasalamento.

  • Uma das causas de morte das tartarugas é o plástico nos oceanos. A tartaruga come um saco plástico pensando ser uma água-viva e é asfixiada.
  • O sexo da tartaruga só é definido aos 15 anos.
  • Aos 30 anos, a tartaruga volta para a praia onde nasceu. Como ela se orienta? Dentro do cérebro das tartarugas tem magnetita, com este material, a tartaruga é guiada pelo campo magnético da Terra.
  • O sexo da tartaruga depende da temperatura do ninho da areia. A temperatura para nascer a mesma quantidade de fêmeas e machos é de 28,74°C. Acima nasce muito mais fêmeas e abaixo de 27 °C nasce mais machos.

Gerador fotovoltaico

Nesta unidade tem um centro de reabilitação para tartarugas retornarem ao oceano. Neste centro de reabilitação, tem um sistema fotovoltaico com 8 módulos de painéis solares feitos de silício policristalino de 245 Wp (watt-pico) cada.

Watt-pico é a potência do painel solar quando a irradiação solar é de 1000 W/m^2. A área instalada é de 13,2 m^2 e a geração anual estimada é de 2270 kWh. Este é o inversor do gerador.

Para saber sobre painéis fotovoltaicos, clique nos botões abaixo.

Painel solar (Parte 1)Clique aqui

Painel solar (Parte 2)Clique aqui

Print Friendly, PDF & Email

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *