Alta velocidade, Automação, Comunicações sem fio, Internet, Novas tecnologias, Processamento digital de sinais, Tecnologia de informação, Telecomunicações

O que é indústria 4.0?

Atendendo a pedidos, o assunto deste post é a indústria 4.0. Também conhecida como a quarta revolução industrial, pois é uma mudança radical na manufatura.

O que é indústria 4.0?

Indústria 4.0 é um conceito que aplica tecnologias avançadas de informação, controle e automação ao processo de manufatura. Difere das outras três revoluções industriais por dar mais ênfase à otimização. As características marcantes da indústria 4.0 são:

  • Máquinas conectadas digitalmente à uma rede de computadores;
  • Interconectividade entre máquinas e sistemas;
  • Redes de sensores para aquisição e tratamento de dados;
  • Inteligência artificial conduzindo o processo produtivo.

A criação de sistemas físicos cibernéticos é a principal diferença da indústria 4.0 da 3.0 atual. São criados com redes de sensores, comunicação sem fio entre máquinas e sistemas, e modelagem de software. Estes novos sistemas monitoram o processo de fabricação, criam uma cópia virtual e toma decisões.

As tecnologias da indústria 4.0

Quais são as tecnologias que caracterizam a quarta revolução industrial? Escreverei posts futuros sobre cada uma destas tecnologias com mais detalhes, neste post é mostrado o que são e como são usadas nas fábricas inteligentes.

Internet das Coisas (IoT)

A internet das coisas é a ideia de conectar à internet objetos que antes não eram conectados. São integrados à uma rede de computadores para comunicarem com outros objetos. Na indústria 4.0, robôs, máquinas de usinagem e outros equipamentos vão se comunicar e cooperar entre si em tempo real.

Big Data

As redes de sensores e máquinas produzem grande quantidade de dados. Esta coleção de dados se chama Big Data. Este tem muita informação e cresce cada vez mais em tamanho e complexidade. Portanto, precisa de ferramentas especiais para lidar com o Big Data cada vez maior, encontrando as informações necessárias para resolver problemas.

Computação em nuvem

Onde guardar esta grande quantidade de dados? Podem ser guardados e processados na internet, usando serviços online que ficam em uma nuvem. A computação em nuvem fornece mais velocidade, flexibilidade e economia. As nuvens podem ser públicas, privadas ou mistas.

Segurança cibernética

A informação do Big Data guardada na nuvem precisa ser protegida. Uma fábrica conectada está sujeita a roubo de informações, sabotagens e até risco para os trabalhadores. Está mais vulnerável do que uma fábrica da indústria 3.0.

Realidade aumentada

A realidade aumentada adiciona objetos virtuais no mundo real em tempo real. Estes objetos podem ser vistos pela câmera de um tablet ou smartphone e manipulados.

Esta tecnologia pode ser aplicada na marcação e identificação de produtos. Um aplicativo de realidade aumentada lê o QR code de um produto e mostra as informações.

Fabricação aditiva

Com a invenção da impressora 3D, surgiu o conceito de fabricação aditiva, que é criar peças a partir de modelos digitais 3D e adicionar camadas de material para ter a forma desejada. É o contrário de fabricação substrativa, onde um pedaço de material é usinado (cortado, perfurado, etc), removendo partes desnecessárias até atingir a forma projetada.

Pequenas peças customizadas têm um custo benefício maior com fabricação aditiva.

 

Print Friendly, PDF & Email

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *