Aviônica, Energia, Mecânica

Introdução à aerodinâmica

Recebi algumas perguntas a respeito de aerodinâmica. Neste post vou dar uma introdução a este ramo da física e responder as perguntas.

Forças durante o voo

As quatro forças da aerodinâmica são: peso (weight), sustentação (lift), arrasto (drag) e empuxo (thrust).

O peso é a força devido à gravidade, cuja fórmula é exibida abaixo. m é a massa do objeto e g é a aceleração da gravidade.

P=m\cdot g

O arrasto é uma força de oposição ao objeto que se move em um líquido ou gás. A força de arrasto F_d é calculada desta forma:

F_d=\frac{1}{2}C_{d}\cdot \rho Av^{2}

  • C_{d} é o coeficiente de arrasto.
  • \rho é a densidade do fluido ou gás.
  • A é a área frontal efetiva do objeto.
  • v é a velocidade do objeto em relação ao meio.

A equação acima mostra que quanto maior a velocidade e a área frontal em contato com o ar, maior o arrasto. A densidade também é diretamente proporcional a esta força. É por isso que quando o avião pousa, os flaps são estendidos para aumentar a área frontal em contato com o ar, aumentando o arrasto.

O empuxo ou tração é força de propulsão que deve ser maior que o arrasto para a aeronave se mover e decolar.

Força de sustentação

A força de sustentação deve ser igual ou maior que o peso para o avião se manter no ar. Como o avião decola? As asas têm forma aerodinâmica de aerofólio. O fluido tem a tendência de seguir a curvatura da superfície, é o efeito Coandă. Na parte de cima do aerofólio, a pressão é menor quando se aproxima da asa devido à curvatura. Enquanto na parte de baixo, a pressão aumenta ao se aproximar da asa pela mesma razão. O aerofólio direciona o ar para baixo formando um ângulo.

Esta é a fórmula da força de sustentação F_{L}.

F_{L}=C_{L}\cdot \frac{1}{2}\rho\cdot v^{2}S

  • C_{L} é o coeficiente de sustentação.
  • \rho é a densidade do fluido ou gás.
  • v é a velocidade relativa do fluido em relação à asa.
  • S é a área da superfície da asa.

Existem três formas de aumentar a força de sustentação: aumentar a velocidade do avião, área da asa e o ângulo de ataque. Quando o avião comercial decola (take off), flaps e slats são estendidos para aumentar o ângulo de ataque e a área da asa.

No entanto, existe um limite para o ângulo de ataque. Se o ângulo for muito grande, vai aparecer turbulências, criando um efeito chamado estol, que anula a força de sustentação. O limite do ângulo de ataque é de 15º.

Devido ao limite do ângulo, apenas após o pouso (landing) os flaps são estendidos no ângulo máximo.

Densidade do ar

A densidade é a massa por unidade de volume. A densidade do ar seco \rho_{d} é calculada desta forma.

\rho_{d}=\frac{PM}{RT}

  • Quanto maior a pressão P, maior a densidade.
  • Quanto maior a temperatura T em kelvin (K), menor a densidade e vice-versa.
  • R é a constante geral do ar, vale 286,9 J/kg\cdot K.
  • M é a massa molar do ar, que é 28,97 g/mol.

Quanto maior a altitude, menor a pressão, portanto menor a densidade. Umidade é a quantidade de vapor d’água no ar, esta é a equação da densidade do ar com umidade \rho_{m}.

\rho_{m}=\frac{P_dM_d}{R_dT}+\frac{P_sM_s}{R_sT}

  • Na primeira fração, tem a pressão P_d, massa molar M_d e constante geral R_d do ar seco.
  • Na segunda fração, os parâmetros são: pressão P_s, massa molar M_s e constante geral R_s do vapor de água. M_s e R_s são 18,02 g/mol e 461,49 J/kg\cdot K respectivamente.

A velocidade do objeto não muda a densidade do ar. Mas a densidade do ar influencia na performance aerodinâmica. Menor a densidade, menor a força de arrasto e o avião pode ir mais rápido sem aumentar a potência.

Print Friendly, PDF & Email

About Pedro Ney Stroski

2 thoughts on “Introdução à aerodinâmica

  1. Sua postagem é bem clara e compreensível, até mesmo para um psicólogo! Thanks Mr. Stroski you have done a marvelous job in answering my questions, keep-up the excellent academic work! Best regards!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *