Aviônica, Energia, História, Militar, Museus, Visitas

Visita ao Museo Nacional Aeronautico y del Espacio (Parte 1)

Estive em Santiago, Chile e visitei o Museo Nacional Aeronautico y del Espacio. Este museu mostra aeronaves que foram usadas pela Fuerza Aérea de Chile (FACh). Este post é a primeira parte da visita.

Primeira exposição da área externa

Estes são os aviões que ficam do lado de fora na entrada do Museo Nacional Aeronautico y del Espacio. Este é um Douglas C-47, avião militar de transporte médio de origem americana. Foram produzidos 9500.

  • Ano de construção: 1944.
  • Motores: 2 R-1830-92 Pratt & Whitney de 1200 HP.
  • Velocidade cruzeiro: 296 km/h.
  • Tripulação: 3 membros e 28 paraquedistas.

O Douglas DC-3C, aeronave civil que deu origem ao C-47, foi um dos aviões comerciais mais bem sucedidos. Construído em 1943, tem 2 motores R-1830 90 DE Pratt & Whitney de 1200 HP e velocidade máxima de 368 km/h.

Este Beechcraft Super King Air 200 CT serviu como avião de calibração, para ajuda em navegação, e transporte de pessoal da Dirección General de Aeronáutica Civil (DGAC). A família Beechcraft Super King Air surgiu em 1964 e é usada até hoje.

  • Tripulação: 2 + 13 passageiros.
  • Comprimento: 13,3 m.
  • Envergadura: 16,6 m.
  • Altura: 4,6 m.
  • Peso máximo de decolagem: 5670 kg.
  • Motores: 2 turboélices Pratt & Whitney Canada PT6A-42, cada um com 875 HP.
  • Velocidade máxima: 545 km/h.
  • Velocidade cruzeiro: 536 km/h.

Este é o Beechcraft Twin Bonanza, foi usado como ambulância aérea em situações de emergência pela FACh.

  • Origem: EUA.
  • Ano de aquisição: 1956.
  • Motores: 2 Lycoming GO-480-F1 A-6 de 340 HP.
  • Velocidade máxima: 369 km/h.
  • Tripulação: 2.

Um Douglas C-47 A-65 da Aerolíneas Argentinas.

O avião executivo Beechcraft 99-A, usado por civis e militares. Na década de 80, a FACh modificou alguns destes aviões para patrulha marítima e reconhecimento.

  • Origem: EUA.
  • Ano de fabricação: 1969.
  • Motores: 2 Pratt & Whitney PT6A-28.
  • Velocidade cruzeiro: 380 km/h.
  • Tripulação: 1 + 8 a 15 passageiros, depende da configuração.

Este é o bimotor utilitário Cessna 337 Super Skymaster. Tem um motor na frente de tração e outro atrás de empuxo.

  • Origem: EUA.
  • Ano de fabricação: 1965.
  • Motores: 2 Continental 10-360-C de 210 HP.
  • Velocidade máxima: 320 km/h.

Próximo da entrada

Mais próximo da entrada, tem aviões e helicópteros que foram usados pelo Chile e outros países.

Lado esquerdo

O helicóptero utilitário Sikorsky S-55 foi usado pela FACh de 1957 até 1989.

  • País de origem: EUA.
  • Função: multitarefa.
  • Ano de introdução: 1955.
  • Motor: Garret TSE 331-3U-303N.
  • Velocidade máxima: 180 km/h.
  • Tripulação: 2.

Este é o helicóptero antissubmarino Sikorsky HSS-1 Seabat, derivado do S-55. Recebido pelo Chile entre 1962 e 1963 através do pacto de ajuda militar com os EUA.

  • Origem: EUA.
  • Ano de construção: 1962.
  • Motor: Radial Wright R-1820-84 de 1525 HP.
  • Velocidade máxima: 237 km/h.
  • Tripulantes: 4.
  • Armas: Torpedos antissubmarino, minas e cargas de profundidade.

Este é o avião de transporte leve Beechcraft C-45/D-18 “Expediter”. D-18 é a versão civil e C-45 a militar. Também foi usado para vigilância de fronteira, reconhecimento e situações de emergência.

  • País de origem: EUA.
  • Ano de aquisição pelo Chile: 1956.
  • Motores: 2 Pratt & Whitney Wasp Junior de 450 HP cada.
  • Velocidade máxima: 352 km/h.
  • Tripulação: 2 + 6 a 8 passageiros.

O Cessna O-2 Skymaster é a versão militar do 337 Super Skymaster. Carregava foguetes, bombas ou metralhadoras. Um O-2 Skymaster da marinha chilena e outro da FACh respectivamente.

  • Tripulação: 2, piloto e observador.
  • Comprimento: 9,07 m.
  • Envergadura: 11,63 m.
  • Altura: 2,79 m.
  • Peso vazio e máximo respectivamente: 1292 kg e 2448 kg.
  • Alcance: 2132 km.
  • Altitude: 5490 m.

Lado direito

Um North American F-86 Sabre de Honduras. Foi o primeiro caça americano com asas em forma de flecha.

  • Ano de fabricação: 1950.
  • Motor: 1 turbojato General Electric J 47-GE-13.
  • Envergadura: 11,3 m.
  • Comprimento: 11,43 m.
  • Altura: 4,47 m.
  • Peso máximo de decolagem: 7419 kg.
  • Velocidade cruzeiro: 1081 km/h.
  • Altitude máxima: 15.000 m.
  • Raio de ação: 517 km.
  • Armamento: 6 metralhadoras Browning M3 calibre 0.50, 2 bombas de 453,59 kg or foguetes.

Este é um caça supersônico Northrop F-5 E Tiger III, desenvolvido a partir do F-5 A, voou pela primeira vez em 1972.

  • Origem: EUA.
  • Ano de aquisição pelo Chile: 1976.
  • Propulsão: 2 turbinas General Electric J85-GE21A com 2224 kg de empuxo.
  • Velocidade máxima: 1700 km/h.
  • Armamento: 2 canhões M-39 A2 de 20 mm e 2500 kg de mísseis, bombas e foguetes.

O caça-bombardeiro Hawker Hunter MK-9, o primeiro protótipo voou em 1951 e foi comprado pelo Chile em 1967.

  • País de origem: Reino Unido.
  • Ano de fabricação: 1957.
  • Propulsão: 1 turborreator Rolls Royce Avon Mark 207 de 10500 libras de empuxo.
  • Comprimento: 13,98 m.
  • Envergadura: 12,25 m.
  • Altura: 4 m.
  • Peso máximo de decolagem: 10810 kg.
  • Velocidade máxima: 1144 km/h.
  • Autonomia: 689 km.
  • Altitude máxima: 15240 m.
  • Armas: 4 canhões Aden de 30 mm, bombas e foguetes.

Um caça-bombardeiro Marcel Dassault Mystère IV A usado por Israel. Já foi usado como avião acrobático pelo grupo Patrouille de France.

  • Origem: França.
  • Ano: 1956.
  • Propulsão: Motor a jato Hispano Suiza Verdon 350, 7716 libras de empuxo.
  • Velocidade máxima: 1120 km/h.
  • Armas: 2 canhões DEFA de 30 mm e bombas, foguetes ou napalm.

Os caças mostrados acima são de primeira e segunda geração. Para saber as características destas e outras gerações, clique no botão abaixo.

Gerações de caçasClique aqui

A segunda parte do Museo Nacional Aeronautico y del Espacio ficará no próximo post sobre energia. Será mostrado o que tem dentro do museu e em um pátio atrás. Lembrando que o que é publicado neste post não é toda a exibição.

Print Friendly, PDF & Email

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *