Espaço, Exploração, Notícia

Solo lunar contém materiais para base na Lua

Amostras do solo lunar trazidas pela missão Chang’e 5 revelam compostos que podem ser usados para fabricar oxigênio e combustível na Lua.

Fonte: Nanowerk (Traduzido para o Português)

O solo lunar contém compostos ativos que podem converter dióxido de carbono em oxigênio e combustível, cientistas relataram no jornal Joule. Agora, eles estão explorando se os recursos lunares podem ser usados para facilitar a exploração humana na Lua ou além.

Os cientistas de materiais da Universidade de Nanjing Yingfang Yao e Zhigang Zou esperam projetar um sistema que tira vantagem do solo lunar e da radiação solar, os dois recursos mais abundantes na Lua. Depois de analisar o solo lunar trazido pela nave espacial chinesa Chang’e 5, a equipe encontrou amostras contendo compostos, incluindo substâncias ricas em ferro e titânio, que podem funcionar como catalisadores para fazer produtos desejados como oxigênio usando a luz solar e o dióxido de carbono.

Baseado na observação, a equipe propôs uma “fotossíntese extraterrestre”. Primeiramente, o sistema usa o solo lunar (Lunar soil) para fazer a eletrólise da água (Water) extraída (Extracting) da Lua e do exaustor de respiração (Breathing exhaust) dos astronautas, para produzir oxigênio (O_{2}) e hidrogênio (H_{2}). A eletrólise é alimentada por energia solar. O dióxido de carbono (CO_{2}) exalado pelos habitantes também é coletado e combinado com hidrogênio da eletrólise da água durante o processo de hidrogenação catalisado pelo solo lunar.

O processo produz hidrocarbonetos como o metano (CH_{4}), que pode ser usado como combustível. A estratégia não usa fonte de energia externa, a não ser a luz solar para produzir vários produtos desejáveis como água, oxigênio e combustível, que podem manter a vida em uma base lunar (Moonbase), segundo os pesquisadores. A equipe está procurando por uma oportunidade para testar o sistema no espaço, provavelmente com a futura missão lunar tripulada da China.

fotossíntese extraterrestre com o solo lunar
O diagrama da fotossíntese extraterrestre. Dry ice=gelo seco, Propellent=propulsor e Dehydrator=desidratante. Mesma fonte da notícia.

Embora a eficiência catalítica do solo lunar seja menor do que a dos catalisadores na Terra, Yao disse que a equipe está testando diferentes aproximações para melhorar o projeto, como derreter o solo lunar em um material nanoestruturado de alta entropia, que é um melhor catalisador.

Anteriormente, os cientistas propuseram várias estratégias para a sobrevivência extraterrestre. Mas a maioria dos projetos requeria fontes de energia da Terra. Por exemplo, o rover Perseverance da NASA trouxe um instrumento que usa o dióxido de carbono do planeta para fazer oxigênio, mas é alimentado por uma bateria nuclear a bordo.

“No futuro próximo, nós veremos a indústria de voos espaciais tripulados se desenvolvendo rapidamente”, disse Yao. “Assim como na ‘Era da Vela’ nos anos de 1600, quando centenas de navios foram para o mar, nós entraremos na ‘Era do Espaço’. Mas se quisermos realizar exploração em larga escala em um mundo extraterrestre, precisaremos pensar em meios para reduzir a carga, contando com o mínimo de suprimentos da Terra e usando recursos extraterrestres.”

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *