Exploração, Geologia, Meio ambiente, Visitas

A caverna de Postojna (Parte 1)

A caverna da cidade de Postojna, Eslovênia, é uma maravilha da natureza. Como de costume, o que é mostrado neste post não é toda a exibição.

Obs.: Postojna lê-se “Postoina”. No esloveno, “j” tem som de “i”.

Entrada do parque Postojnska Jama

Jama significa “caverna” em esloveno.

Ao lado do parque tem o rio Pivka, que passa por dentro da caverna.

Rio Pivka

Rio Pivka

Rio Pivka

A infraestrutura para recebimento de turistas, com restaurante e loja de souvenirs.

Infraestrutura

A entrada na caverna de Postojna está ao fundo da foto abaixo.

Escadas

Entrada da caverna

Tour pela caverna de Postojna

O tour pela caverna é feito em grupos separados por idioma, acompanhados por um guia. Primeiro, eu e meu grupo entramos em um trem elétrico que percorre 3,5 km na caverna e depois caminhamos mais 1,5 km a pé. Deve-se andar sempre em grupo seguindo o guia. Não pode tocar em nada, nem tirar selfies ou fotografar os animais. Durante a caminhada, consegui tirar algumas fotos do interior desta magnífica caverna. As pontas do teto são chamadas de estalactites.

As protuberâncias de baixo são estalagmites. As formações destas pontas serão assunto para um futuro post. Ao andar pela caverna, luzes acendiam automaticamente. As lâmpadas são posicionadas para dar uma iluminação indireta.

Caverna

Caverna

caverna

caverna

caverna

A caverna tem três câmaras diferentes. A primeira câmara tem finíssimas estalactites.

Esta é a câmara branca.

Câmara branca

E a câmara vermelha.

caverna vermelha

Estas duas esculturas de pedra são o símbolo do Postojnska Jama e aparecem no logotipo do parque.

símbolo 2

Viveiro

Na rede de cavernas de Postojna vivem 150 espécies, algumas são muito difíceis de ver. No interior das cavernas, a temperatura é de 10ºC durante todo o ano. A umidade é alta e constante. As variações do ambiente dentro da caverna são: Mudança do fluxo de ar e o volume de água, que traz nutrientes. O animal mais famoso é a salamandra da caverna (Proteus anguinus). Não é permitido tirar fotos deste animal, esta é uma escultura da salamandra.

Salamandra

Alguns fatos sobre a salamandra da caverna:

  • Pode viver 10 anos sem comida.
  • É cega, pode detectar o campo magnético da Terra.
  • Está no topo da cadeia alimentar no ecossistema das cavernas de Postojna.
  • Quando foi descoberta e descrita em 1689, acreditava-se que era filhote de dragão.
  • Os ouvidos internos permitem detectar ondas e infrassons na água.
  • Tem brânquias e primitivos pulmões, estes são geralmente usados como bexigas natatórias.
  • Pode viver até 100 anos.
  • Os ancestrais desta espécie foram para o mundo subterrâneo, onde sobreviveram as mudanças climáticas de milhões de anos atrás.

Este inseto é um besouro de pescoço estreito, cujo nome científico é Leptodirus hochenwartii. Foi descoberto em 1832, suas asas são atrofiadas, se movimenta pela caverna com suas antenas alongadas. Se alimenta de animais mortos e espeleotemas.

Esta centopeia é um dos poucos seres vivos das cavernas que manteve sua pigmentação. Geralmente caça artrópodes, os primeiros membros próximos da cabeça são garras venenosas.

Estes são os caracóis da caverna (Zospeum spelaeum spelaeum), existem 20 espécies conhecidas e metade vivem na Eslovênia.

moluscos da caverna

A única parte do Postojnska Jama que não visitei foi o castelo de Predjama. No inverno, a caverna debaixo do castelo está fechada devido à hibernação dos morcegos.

 

 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *