Automação, Comunicações sem fio, Inteligência artificial, Medicina, Robótica

Robôs no combate ao coronavírus

Robôs estão ajudando no combate ao coronavírus, reduzindo a contaminação. Como são e quais são suas funções? É o assunto deste post.

Telepresença

Para evitar que os profissionais da saúde sejam contaminados pelo coronavírus nos hospitais, robôs de telepresença são usados para comunicação a longa distância com pacientes. 

Robot Dog telepresence
Fonte: Dogonews.

Já foi publicado um post sobre robôs de telepresença, cujo link está abaixo.

Robôs de telepresençaClique aqui

Desinfecção

Atualmente, robôs usam dois métodos de desinfecção de ambientes: Ultravioleta e vapor de peróxido de hidrogênio. 

Desinfecção por ultravioleta

Robôs UV contra coronavírus
Fonte: UVD Robots.

Estes robôs são usados em hospitais e centros de saúde para iluminar as áreas. A luz ultravioleta do tipo C (UV-C) destrói o DNA de bactérias e vírus. Porém, também é perigosa para humanos. Logo, estes robôs são usados quando não há presença de pessoas.

Desinfecção por peróxido de hidrogênio

Robôs elétricos móveis com baterias de lítio, equipados com sprays de vapor de peróxido de hidrogênio (H_{2}O_{2}), desinfetam grandes áreas públicas. Podem ser controlados remotamente ou seguir uma rota programada, se orientando com sensores como o Lidar e criando uma imagem 3D do terreno. Alguns robôs desinfetadores usam tanto lâmpadas UV quanto vapores de H_{2}O_{2}. Como este da Keenon Robotics.  

Connor-RobotLAB
Fonte: Dailymail.

Monitoramento e testes de coronavírus

Além da questão da segurança dos profissionais da saúde, existe a demanda de fazer um grande número de testes por dia. Robôs e sistemas automatizados foram construídos para automatizar testes de laboratório, reduzindo a exposição dos profissionais ao coronavírus. 

Uma célula automatizada da Bright Machines pode fazer vários testes. Fonte: Bright Machines.

Nos hospitais, alguns robôs podem monitorar os pacientes medindo temperatura, pressão do sangue e a saturação de oxigênio dos pacientes. Além de ter um canal de comunicação entre o paciente e o médico. O robô Tommy da figura abaixo, que atua nos hospitais da Itália, é um exemplo deste tipo.

Tommy
Fonte: pri.

Existem robôs com comunicação 5G que monitoram temperaturas corporais em espaços públicos e verificam o uso de máscaras. 

advantech_robo_1a_rm
Fonte: SmartCitiesWorld.

Serviços

Robô de entrega
Fonte: weforum.

Muitas pessoas foram forçadas a ficar dentro de suas casas. Robôs e drones estão sendo usados para entregar comida nos hospitais e residências, transportar amostras para laboratórios, oferecer álcool em gel e ajudar os idosos.

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *