Automação, Experiências, Notícia

Walmart planeja serviço de entrega por drone

O Walmart está fazendo uma parceria com a Zipline para iniciar um serviço de entrega de mercadorias por drone, nos EUA.

Fonte: IEEE Spectrum (Traduzido para o Português)

Hoje, Walmart e Zipline estão anunciando planos preliminares “para trazer o primeiro serviço de entrega por drones para os Estados Unidos”. O que torna este serviço de entrega por drones o primeiro do tipo, é que a Zipline usa drones de asa fixa em vez do tipo helicóptero, obtendo uma maior capacidade de carga e alcance ao custo de lançamento, pouso e processos de entrega mais complicados. A Zipline fez este trabalho muito bem em Ruanda e mais recentemente na Carolina do Norte. Mas expandir para entrega comercial para residências individuais é um desafio muito diferente.

O Walmart e a Zipline publicaram um vídeo sobre como vai funcionar o serviço. 

De acordo com o vídeo, testes vão começar no começo de 2021.

“O novo serviço vai fazer entregas sob demanda de produtos de saúde e bem-estar com o potencial de expandir para mercadorias em geral. Testes de entrega serão feitos próximos da sede da Walmart no norte do Arkansas. Zipline vai operar de um supermercado do Walmart e atenderá em um raio de 50 milhas (80,46 km), que é do tamanho do estado do Connecticut. A operação vai começar no início do próximo ano e, se for bem sucessido, nós vamos expandir.”

Vídeo mostrando um dos drones lançado por uma catapulta e sendo capturado.

À primeira vista, há uma viabilidade, no sentido de que a maioria dos produtos de saúde e bem-estar tem o tamanho e o peso para ser transportável por um dos drones da Zipline, chamados de zips, e um centro de abastecimento com uma catapulta de drone e um sistema de recuperação podem ser operados em um estacionamento do Walmart, ou próximo, sem nenhum problema. 

O local de entrega do produto deve ser uma área onde não haja casas, ruas e nenhuma obstrução, para evitar cair em lugares inconvenientes, como telhado, por exemplo. Quanto maior a altitude de soltar a encomenda, maior deve ser a área.

Como evitar colisões?

Os drones da Zipline podem detectar outras aeronaves que são equipadas com transmissores ADS-B, que cobrem um número crescente de aeronaves tripuladas. Porém, até 400 pés (0,12 km) de altitude, o espaço aéreo é tipicamente aberto para outros drones, que não possuem transmissores ADS-B. Nós sabemos que a Zipline está trabalhando no seu próprio sistema de sensores e desvio, mas até lá, há o risco de um zip colidir com outro drone. O céu é extenso, não é muito provável, mas deve ser considerado. Uma forma de mitigar este risco é voar mais alto que 400 pés, mas começa a se envolver com questões mais complicadas com a U.S. Federal Aviation Administration (Administração Federal de Aviação dos EUA). 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *