Climatologia, Mar e oceano, Meio ambiente, Temperatura

El Niño e La Niña

El Niño e La Niña são fenômenos climáticos de características opostas. A descrição e influência de ambos no clima são mostrados neste post.

Condições normais

Sem a presença destes dois fenômenos, os ventos alísios, causados pela diferença de pressão entre o Equador e a zona subtropical, sopram do Sudeste para Noroeste no hemisfério Sul.

ventos alísios

No Oceano Pacífico, ventos alísios próximo da costa oeste da América do Sul vão no sentido noroeste, na área de baixa pressão na Oceania. Próximo do Equador é mais quente, o ar sobe e esfria, causando chuvas na zona de baixa pressão. Depois, o ar resfriado fica mais denso e volta para a zona de alta pressão formando uma Célula de Circulação de Walker.

Debaixo d’água, ocorre a ressurgência, água fria rica em nutrientes sobe até a superfície atraindo peixes. Este fenômeno é causado pelos ventos alísios, empurrando água da superfície, e rotação da Terra. Surgem uma massa de água fria (cold) na área de alta pressão e uma massa de água quente (warm) no lado oposto.

El Niño

Com o El Niño, os ventos alísios ficam mais fracos pois a pressão diminui, as águas quentes avançam em direção à América do Sul. A Oceania se torna a zona de pressão maior que da costa oeste da América do Sul. Esta região tem um aumento de chuvas e não há ressurgência. Portanto, há uma redução de peixes no Pacífico Leste. A circulação de Walker muda de sentido.

A média da temperatura das águas pode variar entre 0,5°C e 3ºC. O El Niño ocorre em intervalos de 2 a 7 anos. Ainda não se sabe a causa deste fenômeno.

Consequências

Estes mapas mostram os impactos do El Niño no clima global. Dezembro a Fevereiro no mapa de cima e Junho a Agosto no de baixo. Áreas úmidas têm aumento de chuvas.

Cool=frio, Wet=úmido, Warm=quente, Dry=seco e and=e (conjunção aditiva).

La Niña

No La Niña, os ventos alísios ficam mais fortes que o normal, a ressurgência aumenta e as águas frias avançam em direção ao oeste. O acúmulo de águas quentes no Pacífico Oeste Equatorial causa um aumento de chuvas maior do que o normal.

A variação da temperatura média é entre -0,5ºC e -2ºC. Ocorre em intervalos que variam entre 2 e 7 anos.

Consequências

A figura abaixo mostra as alterações climáticas causadas pelo La Niña.

Registros

Abaixo são mostrados os anos em que ocorreram ambos os fenômenos, exibindo as variações de temperatura e duração. Clique na figura para ampliá-la.

Registros de El Niño e La Niña

 

 

 

 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

3 thoughts on “El Niño e La Niña

  1. Parabéns Dr. Pedro Ney pelo seu FELIZ ANIVERSÁRIO. Que Deus o abençoe sempre, em todos os dias da sua feliz existência. Que você continue presenteando os seus leitores com as mais importantes publicações, frutos de muita pesquisa, estudo e do seu iluminado conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *