Espaço, Eventos, Luz, Notícia

O retorno do cometa venenoso

No final de Maio, o cometa venenoso C/2019 Y4 Atlas será visível a olho nu na Terra.

Fonte: Sputnik (Traduzido para o Português)

Conforme Lyudmila Koshman, astrônoma do planetário de Moscou, explicou, o cometa C/2019Y4 Atlas, cujo núcleo contém uma substância química venenosa chamada cianogênio, visitou pela última vez nosso sistema solar no quarto milênio antes de Cristo, “quando as grandes pirâmides do Egito eram construídas”.

A fórmula química do cianogênio é C_{2}N_{2} ou (CN)_{2}.

Cianogênio

O cianogênio entra em ebulição a -21,2ºC e congela a -27,9ºC. Além de venenoso, é inflamável.

“Devido ao vento solar, o cometa começa a mostrar duas caudas – uma gasosa e outra composta de poeira – que dá uma visão espetacular”.

De acordo com Koshman, o cometa vai passar pela Terra a uma distância de 117 milhões de quilômetros em 27 de Maio, e no dia 31 de Maio, vai se aproximar do Sol a uma distância de 38 milhões de quilômetros. Menor que a distância entre o Sol e Mercúrio – o planeta mais próximo do coração do Sistema Solar.

Os astrônomos notaram que a luz esverdeada do cometa é produto do cianogênio contido no interior do núcleo. Que fica fluorescente quando recebe radiação ultravioleta. No final de Abril, o cometa será tão brilhante quanto as estrelas de Ursa Maior, então será visível a olho nu.

A trajetória do C/2019 Y4 Atlas no final de Maio no Sistema Solar. Fonte: Sky & Telescope.

 

Uma foto deste cometa tirada em primeiro de Fevereiro. Fonte: New Scientist.

 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *