Geologia, Meio ambiente

O que são espeleotemas?

Espeleotemas são formações rochosas no interior das cavernas, as mais conhecidas são estalactites e estalagmites. Estas e outras formações são mostradas neste post.

Estalactites, estalagmites e colunas

As formações no teto da caverna apontadas para baixo são as estalactites e, as que ficam no chão apontadas para cima são estalagmites. A maior parte da água que se infiltra nas paredes e no teto das cavernas vem das chuvas, a água com dióxido de carbono (CO_{2}) forma o ácido carbônico (H_{2}CO_{3}). A substância Ca(HCO_{3})_{2} se chama bicarbonato de sódio. Quando a solução aquosa Ca(HCO_{3})_{2} entra em contato com o ar, ocorre a precipitação do carbonato. Cada gota de água cria um fino anel de calcita, anéis se acumulam até formar uma estalactite.

Quanto às estalagmites, a água com CO_{2} goteja no chão e forma a calcita (CaCO_{3}). Cada gota deposita uma camada de carbonato de cálcio. Por isso que na maioria das vezes, estalactites e estalagmites vêm em pares. Quando estes dois espeleotemas se encontram, formam uma coluna. A taxa de crescimento destas formações varia entre 0,007 e 3 mm/ano. Depende dos seguintes fatores: Quantidade de água, velocidade de gotejamento, pureza do calcário e temperatura ambiente.

Outros materiais

Além da calcita, outros materiais que formam espeleotemas são aragonita e gipsita. A aragonita tem a mesma fórmula química da calcita CaCO_{3}. A diferença está na estrutura cristalina.

Aragonita e calcita

Outro material usado na formação dos espeleotemas é a gipsita, cuja fórmula é CaSO_{4}\cdot 2H_{2}O. A evaporação da água produz gesso (CaSO_{4}\cdot 0,5H_{2}O).

Alguns outros espeleotemas

Além das estalactites e estalagmites, existem muitas outras formações no interior das cavernas.

Cortinas

Cortina

Em um teto inclinado ou parede, a gota que surge percorre a superfície do teto em vez de cair até evaporar, isto é devido ao efeito Coandă. Deixando um rastro de calcita, as gotas seguintes percorrem o mesmo caminho. Várias camadas formam a cortina que às vezes lembra um bacon. Quando as gotas de água contém óxido de ferro, argila ou outro material orgânico, as cortinas produzem cores amarela, marron ou laranja. Variações de concentração criam camadas com tonalidades diferentes na mesma cortina.

Couve-flor ou pipoca

Couve-flor

Quando a gota cai em uma superfície irregular, ácido carbônico é espirrado com o choque na superfície rugosa. Pode aparecer nos pisos ou paredes.

Helictites

helictites

Este espeleotema surge como uma pequena estalactite, ao crescer, assume uma forma irregular. Ainda não há uma explicação para o surgimento das helictites. Algumas hipóteses propõem ação dos ventos, interrupção do tubo e impureza da água.

Flores

Antodita

Em vez de crescer perpendicular à superfície da parede, este espeleotema cresce para os lados formando curvas ao redor de um eixo. Geralmente são feitas de gesso e existem em várias formas diferentes. A direção do crescimento é causada pela precipitação do gesso. As curvaturas são causadas pela variação do fluxo de água saturada.

Caixa de papelão

caixa de papelão

É uma formação rara, causada por erosão ou intemperismo das rochas calcárias. A água preenche as rachaduras do teto ou parede, depositando finas placas de calcita.

Formações planas

placas de calcita

Em algumas cavernas, placas de calcita podem ser vistas sobre a água. Calcita é depositada na superfície de água quando há liberação de dióxido de carbono e vapor d’água. São muito frágeis e com o tempo acabam afundando, formando uma camada no fundo. Podem grudar nas paredes formando plataformas ou gradualmente formar “mesas” com camadas abaixo.

A imagem de destaque

espeleotemas

A imagem destacada deste post, que aparece na página inicial, é da caverna de Postojna, Eslovênia. Sobre a qual escrevi 2 posts.

Caverna de Postojna (Parte 1)Clique aqui

Caverna de Postojna (Parte 2)Clique aqui

 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *