Alta velocidade, Mecânica, Notícia, Novas tecnologias

Snatcher, a língua de camaleão robótica

Pesquisadores da Coréia do Sul desenvolveram um manipulador robótico que parece uma língua de camaleão, chama-se Snatcher.

Fonte: IEEE Spectrum (Traduzido para o Português)

Camaleões podem ser lagartos lentos, mas suas línguas podem acelerar a velocidades impressionantes, capturando insetos antes que tenham alguma chance de escapar. Inspirados nesta habilidade notável, pesquisadores da Coréia do Sul desenvolveram uma língua robótica que se estica rapidamente para pegar itens próximos.

Eles imaginaram a ferramenta, chamada Snatcher, sendo usada por drones e robôs que precisam coletar itens sem se aproximar muito. “Por exemplo, um quadricóptero com este manipulador será capaz de pegar alvos distantes, em vez de se aproximar para pegar”, explica Gwang-Pil Jung, um pesquisador da Universidade Nacional de Ciência e Tecnologia de Seoul (SeoulTech), quem coprojetou o novo dispositivo.

Já existem outras pesquisas de línguas de camaleão robóticas, mas o que é único sobre o Snatcher é o desempenho rápido de forma portátil. O tamanho total é 12 x 8,5 x 8,5 cm e pesa cerca de 120 gramas. Além disso, é capaz de pegar 30 gramas de objeto a 80 centímetros de distância em 600 milisegundos.

Para criar o Snatcher, Jung e um colega da SeoulTech, Dong-Jun Lee, começaram a desenvolver um dispositivo semelhante a uma mola, que é controlada por uma embreagem ativa combinada com um atuador elástico de série única. Energizado por uma mola de corda, uma fita de aço, análoga à língua do camaleão, passa por dois alimentadores com engrenagens. A embreagem é que permite a única mola se desenrolar em uma direção para o disparo e a retração, trocando uma roda dentada entre os alimentadores. 

Snatcher
O atuador (Series Elastic Actuator) é um motor elétrico ligado a uma mola. Junto com a embreagem ativa (Active clutch), aciona a língua. Alimentadores = Geared Feeders. Tirado da mesma fonte da notícia.

Jung notou que alguns dispositivos existentes podem fazer a tarefa mais rápido, a 300 milissegundos. Mas os projetos são volumosos.

“Nossa meta final é instalar o Snatcher em um drone comercial e fazer trabalho significativo, como agarrar pacotes”, disse Jung. Um dos desafios é alimentar o sistema de atuação mais eficientemente. “Para resolver este problema, estamos procurando materiais com alta densidade de energia”. Outra melhoria é projetar uma pinça em forma de língua, para substituir o gancho simples que atualmente é usado. “Estamos planejando fazer uma garra biestável para pegar passivamente um alvo quando entrar em contato com o objeto”, disse Jung.

Será que com o mesmo princípio, é possível criar uma pistola de gancho, usada por Batman para subir em prédios?

Batman
Fonte: Batman wiki.

Em alguns games, existe o hookshot, que tem a mesma função. 

Link
Fonte: Smashpedia.
Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *