Aviônica, Energia, História, Mecânica, Militar, Motores, Museus, Sistema de potência, Termodinâmica, Visitas

Museu Técnico Nikola Tesla (Parte 3)

Dando continuidade à série do Museu Técnico Nikola Tesla. São mostrados outra sessão e o salão principal. As outras partes estão nos links a seguir.

Parte 1Clique aqui

Parte 2Clique aqui

Parte 2 da conversão de energia

Corredor da conversão de energia

Esta área fica próximo da entrada, no lado oposto do outro corredor sobre a conversão de energia. Este é um tanque de combustível revestido com borracha por dentro. Usado entre 1941 e 1945.

Tanque de combustível

Um motor de indução trifásico com anéis de escorregamento, modelo NA 166/12, com 300 HP (220 kW) e 500 V. Fabricado pela Magyar Siemens-Schuckert em Budapeste, Hungria.

Motor de indução

Dispositivo de partida do motor de indução trifásico, com reostato de água.

Resistência de água

Um gerador de corrente contínua modelo GM-252, SZAM 6777, também da Magyar Siemens-Schuckert, cujos valores nominais são: 38 kW, 110 V e 345 A.

Gerador CC

O microscópio eletrônico modelo EM-75 da Philips, fabricado em 1963.

Telégrafo marinho com transmissor de rádio da Siemens.

Telégrafo

Um gerador de corrente contínua de 4 polos, modelo NP 22/25, da Siemens-Halske. Gerava 220 V e 200 A.

Gerador de 4 polos

Gerador CC de 12 polos, modelo ELIN GU-800. Faixa de tensão entre 120 V e 175 V, 840 kW de potência e 4800 A.

Gerador CC de 12 polos

Chave de proteção para motor trifásico.

Chave de proteção de 3 polos

Disjuntor trifásico de 3×50 V e 50 A. Feito pela Siemens-Schuckert.

Disjuntor trifásico

Um transformador com refrigeração a ar utilizado na usina hidrelétrica OZALJ 1, do rio Kupa, na Croácia.

Transformador

Gerador CC bipolar AF-8, gerava 110 V e 76 A.

Gerador CC bipolar

Motor elétrico de tração de bonde U-140, 26 kW de potência, tensão nominal de 550 V e corrente de 65,5 A.

Motor elétrico de bonde

Comutador de alta tensão da usina OZALJ 1 de 6 kV. Usado em 1908.

Switchgear

Painel de controle de 1908 da OZALJ 1.

Painel de controle

Energia nuclear

Neste corredor, há um painel dedicado à energia nuclear. Este é o modelo de uma usina nuclear PWR Westinghouse.

PWR Westinghouse

Equipamento de proteção contra radiação. O 1 é um dosímetro, um instrumento medidor de exposição à radiação, 2 é a máscara para purificar o ar. Esta roupa (3) é feita de PVC, tem um zíper que vai da base do estômago até a cabeça. 4 é um dosímetro termo luminescente que detecta radiação gamma e neutrons. As botas (5) são feitas de plástico fino e vestidas sobre os calçados. São condicionadas e descartadas após o uso.

Proteção contra radiação

Resíduos de baixa radiação, como as botas de plástico, são depositados neste tipo de barril.

Barril de baixa radiação

Para saber mais sobre usinas nucleares e urânio, clique nos botões abaixo.

Usina nuclearClique aqui

UrânioClique aqui

Salão central do Museu Técnico Nikola Tesla

Salão principal

No salão central estão um submarino e vários meios de transporte terrestres e aeronaves.

Veículos terrestres

Um pequeno trator Fiat 50, com motor a diesel de 4 cilindros e 29 kW, foi produzido em 1957. Sua velocidade máxima era de 10 km/h e foi aplicado na agricultura.

Fiat 50

Fiat 50

Este é um tankette Fiat Ansaldo L35, introduzido em 1935.

Tankette

Tankette

  • Potência: 32 kW.
  • Velocidade máxima: 42 km/h.
  • Peso: 3500 kg.
  • Autonomia: 150 km.
  • Armamento: 2 metralhadoras Breda de 8 mm.
  • Tripulação: 2 (motorista e operador das metralhadoras).

Várias bicicletas antigas.

Bicicletas antigas

A motocicleta italiana Frera de 1912.

Frera

  • Potência: 2,6 kW.
  • Sistema de ignição magnética.
  • Peso: 95 kg.

Uma motocicleta com pedais de bicicleta se chama moped. Este modelo é o Steyr-Daimler-Puch da austríaca A.G. Graz de 1938.

moped

  • Potência: 1 kW.
  • Capacidade de carga: 125 kg.
  • Peso: 39 kg.

Uma motocicleta SB 200 feita pela alemã DKW.

SB 200 DKW

  • Potência: 5 kW a 4000 rpm.
  • Velocidade máxima: 90 km/h.
  • Consumo: 3 litros/100 km.

A 50 SL feita pela Tvornica Motora Zagreb (TMZ), em 1959.

50 SL TMZ

  • Motor: Otto de 2 ciclos, tipo 50 N2.
  • Número de marchas: 2.
  • Consumo de combustível: 1,2 litros/100 km.
  • Velocidade máxima: 50 km/h.
  • Peso: 51 kg.
  • Capacidade do tanque: 6,2 litros.

Esta motocicleta de três assentos foi feita por Franjo Kahle, em Zagreb, na década de 1950.

Motocicleta de três assentos

  • Potência: 8 kW.
  • Velocidade máxima: 70 km/h.
  • Peso: 250 kg.
  • Consumo de combustível: 3,5 a 4,5 litros/100 km.

A Prestis NSU Prima V foi fabricada na Bósnia e Herzegovina, em 1960.

Prima V

  • Potência: 6,8 kW.
  • Velocidade máxima: 90 km/h.
  • Consumo: 3,4 litros/100 km.
  • Peso: 128 kg.

A Tomos Colibri T12 é uma motocicleta eslovena de 1963.

Tomos

  • Potência: 1,8 kW.
  • Velocidade máxima: 60 km/h.
  • Consumo: 2,7 litros/100 km.

Um trenó motorizado, inventado por Marko Knez em 1931, cujo motor é de uma motocicleta alemã. O volante controla as pás de esqui da frente e sua velocidade máxima era de 30 km/h.

Motor sleigh

Transporte público

Uma réplica do bonde puxado por cavalos de 1891, cuja velocidade máxima era de 7,5 km/h.

Bonde a cavalo

Bonde a cavalo

Locomotiva a vapor Gabor da alemã Krauss & Company de 1890. Foi parte da ferrovia Slavonia-Podravina.

Gabor

  • Peso sem carga: 10 toneladas.
  • Velocidade máxima: 30 km/h.
  • Potência: 37 kW.
  • Força máxima: 13.720 N.

Bonde número 7 da cidade de Dubrovnik de 1912, movido por 2 motores elétricos. A parte elétrica foi fabricada na República Checa e a carroceria na Áustria.

Dubrovnik tram

Aeronaves

Este helicóptero é o Augusta Bell 47J-2A de 1964.

Augusta-Bell 47J

Augusta Bell 47J

  • Motor: Lycoming VO-540 B1B3 de 6 cilindros, resfriado por óleo.
  • Potência: 164 kW.
  • Velocidade máxima: 169 km/h.
  • Altitude máxima: 3350 m.
  • Autonomia: 400 km.
  • Tempo máximo no ar: 3 horas e 20 minutos.
  • Peso: 1340 kg.
  • Capacidade: 500 kg.

O avião de treinamento DAR.9 foi parcialmente construído e montado sob licença na Bulgária durante a Segunda Guerra Mundial. Foi projeto da empresa alemã Focke Wulf Stieglitz.

DAR.9

  • Motor: Siemens Schuckert de 7 cilindros resfriado por ar com 2200 rpm.
  • Potência: 103 kW.
  • Velocidade máxima: 170 km/h.

O biplano alemão Bücker BU-131 Jungmann da década de 1930 era usado em corridas, treinamento e voos acrobáticos. Foi construído sob licença na Suíça, Espanha, Japão e Checoslováquia.

Bucker BU-131

Bucker BU-131

Bucker BU-131

  • Motor: Hirth HM 60 r de 4 cilindros e resfriado por ar.
  • Potência: 59 kW.
  • Velocidade máxima: 170 km/h.
  • Altitude máxima: 3500 m.
  • Raio de voo: 680 km.

O hidroavião Zmaj Fizir FNH-YU-CGO treinava pilotos da Iugoslávia antes da Segunda Guerra Mundial até a década de 1950. Projetado por Rudolf Fizir. Porém, algumas versões não tinham flutuadores.

Zmaj Fizir

Zmaj Fizir

  • Peso: 998 kg com tanque cheio e 2 tripulantes.
  • Velocidades mínima e máxima: 78 km/h e 160 km/h.
  • Motor: Siemens Sh 14 A-4 de 7 cilindros.
  • Potência: 118 kW (160 HP).

Este é o ultraleve Albatroz, feito de compósitos, projetado e construído em Zagreb por Ljubomir Hranjec, em 1992 e 1993.

Albatroz

Albatroz

  • Motor: ROTAX 503 de 50 HP de 2 cilindros e resfriado por ar.
  • Peso sem carga: 147 kg.
  • Velocidade máxima: 320 km/h.
  • Capacidade de combustível: 28 litros/2 h de voo.
  • Consumo: 3,5 litros/100 km.

A série ainda não acabou, mostrarei o submarino, outras áreas e o laboratório do Nikola Tesla.

 

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

2 thoughts on “Museu Técnico Nikola Tesla (Parte 3)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *