Automação, Espaço, Exploração, Geologia, Notícia

O rover Zhurong chega à Marte

Zhurong, o primeiro rover da China em Marte, pousou na manhã deste sábado. Faz parte da missão Tianwen-1, lançada em 23 de Julho de 2020.

Fonte: CGTN (Traduzido para o Português)

Pousou em uma zona pré-selecionada na parte sul da área gelada conhecida como Utopia Planitia, às 7:18 da manhã, a equipe científica confirmou com o sinal enviado de volta pelo rover, o primeiro pouso de um veículo chinês em Marte.

A sonda começou a descer da órbita de estacionamento por volta de 01:00 h da manhã e manobrou para a entrada. O módulo de pouso, que carrega o rover Zhurong, se separou do orbitador por volta das 04:00 hs da manhã, de acordo com a CNSA. 

Após 3 horas de descida, o módulo entrou na atmosfera marciana, inaugurando o momento mais desafiador no caminho para o Planeta Vermelho.

descida de Zhurong
Infográfico da descida de Zhurong, todo o processo é feito sem intervenção humana. Da mesma fonte da notícia.

Inicialmente, o módulo desacelerou com o atrito da atmosfera marciana, um processo onde deve enfrentar altas temperaturas e desvios de altitude, disse Wang Chuang, diretor-projetista chefe da sonda Tianwen-1 com a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial.

A velocidade de descida diminuiu 90% após a desaceleração aerodinâmica.

Então, o paraquedas foi aberto para continuar a redução de velocidade para 100 m/s antes da ignição do motor reverso para desacelerar a velocidade, explicou Wang.

Por volta de 100 metros acima da superfície de Marte, o módulo entrou em um estágio de flutuação para completar a evação de obstáculos e medir as inclinações da superfície. O módulo chegou na superfície marciana com a proteção de um mecanismo de amortecimento.

Durante os 9 minutos do processo, o módulo teve que reduzir a velocidade de 20.000 km/h para zero, disse Wang.

Após 30 minutos da separação, o orbitador retornou para a órbita de estacionamento para fornecer comunicação de retransmissão para o módulo de pouso.

O que o Zhurong vai fazer?

O rover carrega 6 instrumentos científicos: uma câmera multiespectral, um radar detector de subsuperfície, um detector de composição da superfície marciana, um detector de campo magnético, um meteorômetro e uma câmera de terreno.

Espera-se que forneça materiais de primeira mão para pesquisas sobre o ambiente espacial do planeta, topografia da superfície e estrutura do solo. Pesquisas relacionadas a meteorologia coletarão dados atmosféricos sobre temperatura, pressão, velocidade e direção do vento, assim como campos magnéticos e gravitacionais do planeta.

Enfrentando o ambiente empoeirado do planeta, projetistas usaram um novo material a prova de poeira para o rover. Mesmo que este fique sujo com a poeira marciana, pode tirá-la com vibração.

A equipe mantém uma cópia idêntica do Zhurong no laboratório. Se o rover encontrar qualquer problema em Marte, a equipe de solo conduzirá simulações para uma resolução antes de passar instruções para o rover.

Zhurong
Ilustração artística do rover Zhurong. O mesmo nome do deus do fogo na mitologia chinesa. Fonte: Refer China.
Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *