Climatologia, Espaço, Exploração, Geologia, Notícia

Imagens de Marte obtidas pela sonda Hope

A agência espacial dos EAU divulgou as primeiras imagens da sua primeira sonda para Marte, a Hope ou Al-Amal. Cuja missão é estudar a atmosfera marciana.

Fonte: UAE Space Agency (Traduzido para o Português)

Mais informações sobre a sonda Hope, clique no link a a seguir.

Sobre a sonda HopeClique aqui

A primeira imagem

primeira imagem da al-amal

Foi tirada pelo instrumento EXI (Emirates eXploration Imager) a uma altitude de 24700 km às 20:36 UTC (Horário Universal Coordenado), 17:36 no horário de Brasília, em 10 de Fevereiro de 2021. A imagem foi criada por uma composição de imagens do EXI em vermelho, verde e azul. Os polos norte e sul estão nos cantos superior esquerdo e inferior direito, respectivamente.

imagem em 3 bandas da Hope
A primeira imagem revelou locais relevantes da superfície marciana. Abaixo imagens de banda de cor separada.

Cores falsas em várias bandas do ultravioleta

Estas imagens de cores falsas de Marte foram obtidas pelo Espectômetro Ultravioleta Emirates Mars (EMUS) a uma altitude de 36000 km acima da superfície marciana. Cada cor representa a luz coletada com um comprimento de onda de ultravioleta e fornece informações únicas sobre a atmosfera superior de Marte, no limite do espaço.

Imagens da esquerda para a direita (em nanômetros): violeta (102,6 nm) e azul (121,6 nm) mostram a reflexão da luz solar na nuvem estendida de átomos de hidrogênio ao redor do planeta. O verde (130,4 nm) mostra a reflexão da luz solar nos átomos de oxigênio da alta atmosfera. O laranja (135,6 nm) mostra elétrons energéticos fazendo outros átomos de oxigênio brilharem, semelhante a uma lâmpada fluorescente. O vermelho (140-160 nm) mostra uma combinação de emissões vindo das moléculas de monóxido de carbono. O hidrogênio, oxigênio e monóxido de carbono nestas imagens são produzidos pela quebra de água e dióxido de carbono. Estas observações vão melhorar nosso conhecimento de como as atmosferas superior e inferior de Marte estão ligadas e como a atmosfera foi perdida para o espaço na história do Sistema Solar.

Imagens em infravermelho mostrando temperaturas da atmosfera e da superfície

Temperaturas da superfície acima e da atmosfera abaixo.

O Espectrômetro Infravermelho Emirates Mars (EMIRS), mediu a energia térmica infravermelha emitida na superfície e sua interação com a atmosfera, a aproximadamente 25.000 km de altitude. A primeira de muitas imagens da EMIRS foi capturada durante a noite (tons de roxo-verde-azul), embora o amanhecer pudesse ser visto no lado direito da imagem de temperatura na superfície (em vermelho). Regiões como a Arabia Terra (baixa inércia térmica, portanto temperaturas noturnas frias) podem ser observadas na parte superior esquerda na temperatura de superfície (surface temperature). Medidas do EMIRS foram mapeadas no planeta, coloridas por temperatura e sobrepostas em um mapa de relevo sombreado pelo Altímetro a Laser Mars Orbiter (MOLA), na coluna à direita. Dados das medidas também foram interpolados, coloridos e sobrepostos no relevo sombreado MOLA para formar uma imagem contínua, coluna à esquerda.

Foto do Monte Olimpo

foto da hope do monte olimpo
É o vulcão extinto mais alto do Sistema Solar, esta foto foi tirada a 13.007 km de altitude, em 26 de Fevereiro pelo EXI.

Mais imagens de temperatura

Atmospheric temperature = temperatura atmosférica e surface temperature = temperatura da superfície.

Imagens adquiridas da região de Tharsis pelo EMIRS a 15.000 km de altitude, em 5 de Maio.

Imagem monocromática de Cerberus Fossae

cerberus fossae hope
Imagem obtida pela EXI em 15 de Março. Cerberus Fossae é uma série de fissuras na superfície marciana.

Imagem colorida do Emirates Exploration Imager (EXI)

A imagem foi gerada pelo EXI usando câmeras com os filtros vermelho (635 nm Red filter) e ultravioleta (320 nm Ultraviolet filter). O canal vermelho mostra claramente as características escuras e claras da superfície marciana, enquanto as nuvens de gelo se destacam no canal ultravioleta. A imagem foi adquirida em 22 de Abril de 2021, a longitude solar de 35º, primavera no hemisfério norte. Digno de nota é a calota polar do norte, começando a se retirar quando a temperatura sobe, com nuvens distintas circulando-a. Uma fina camada de nuvens é visível na borda leste, assim como uma cobertura razoavelmente contínua de nuvens a oeste de Acidalia Planitia, a região escura no centro superior da imagem. Esta imagem composta destaca os tipos de dados que o EXI estará coletando.  

Imagens do espectrômetro ultravioleta

espectrômetro ultravioleta da hope

O Espectrômetro Ultravioleta Emirates Mars (EMUS) tirou imagens do hidrogênio cercando Marte nos dias 24 e 25 de Abril, após a transição para a órbita científica. Esta é a primeira missão em qualquer planeta a obter imagens de diferentes pontos de vista durante um dia. Durante 10 horas e 34 minutos entre as imagens, a sonda Hope passou de uma área sobre o planeta próximo ao meio-dia, vendo o lado diurno (acima) para o outro lado do planeta ao anoitecer. Observando ambos os lados diurno e noturno (abaixo). Estas imagens serão usadas para reconstruir a distribuição 3D de hidrogênio, aprender mais sobre a produção atráves do processo de divisão de moléculas de água pela luz solar e sua eventual fuga para o espaço.

Liked it? Take a second to support Electrical e-Library on Patreon!

About Pedro Ney Stroski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *